Bahia,
 
Página Inicial
Perfil do Velame
Adicionar a Favoritos
DIA D
 
Reportagens
Café das 6
Cinema
 
 
 
 

Enviado por Agência Senado - 21.6.2018 | 14h35m
#Brasília
Bolsistas de escolas beneficentes poderão ter cota em universidades públicas

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou essa semana a proposta que inclui alunos bolsistas de escolas beneficentes de assistência social entre os que têm direito a reserva de vagas em universidades públicas (PLS 197/2018). O projeto, do senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), recebeu parecer favorável da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) e segue para a análise da Comissão de Educação, Cultura e Esportes (CE). A Lei de Cotas (Lei nº 12.711/2012) determina que metade das vagas de universidades federais seja reservada a alunos que cursaram todo o ensino médio em escolas públicas. Para o senador Paulo Paim (PT-RS), a inciativa aprovada pela CDH beneficia estudantes de renda mais baixa. — O projeto é procedente, os beneficiários dessa bolsa também são estudantes de família de renda mais baixa. São pessoas carentes que merecem aqui o nosso apoio legal.
 
 
 

Enviado por Da Redação - 21.6.2018 | 14h34m
#Feira de Santana
Sanfoneira Lucy Alves reduz cachê e volta para a grade do São João

Sanfoneira Lucy Alves reduz cachê e volta para a grade do São João
Após a Prefeitura de Feira de Santana anunciar  o cancelamento do show, a produção da sanfoneira Lucy Alves decidiu atender a exigência da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer do Município, reduzindo o valor do cachê de sua apresentação no São João de São José, maior festa junina da região, realizada  no distrito Maria Quitéria. O problema com a contratação da sanfoneira ocorreu porque dias atrás a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, em seu trabalho de pesquisa, descobriu que ela se apresentará em Itaberaba, a cerca de 200 km de Feira de Santana, pelo cachê de R$ 75 mil, e em Santa Terezinha, a 100 km de distância, por R$ 60 mil, enquanto o show de Feira de Santana custaria R$ 110 mil. A Secretaria tentou renegociar o valor, mas houve resistência da produção da cantora. Então, nesta sexta-feira, o secretário Edson Borges chegou a anunciar o cancelamento da apresentação. Mas no início da noite a produção de Lucy Alves informou a Prefeitura que reduziria para R$ 80 mil, valor compatível com o cobrado em outras apresentações. Está mantido, portanto, o show da forrozeira no dia 23, sábado, véspera do São João, no palco principal do centro da festa, em Maria Quitéria, não mais sendo necessária a substituição pela banda Arreio de Ouro.
 
 
 

Enviado por Da Redação - 21.6.2018 | 14h24m
#Câmara de Feira
Código Municipal de Meio Ambiente é tema de Audiência Pública

A Câmara Municipal de Feira de Santana reuniu, na manhã desta quinta-feira (21), autoridades políticas, ambientalistas e representantes da sociedade civil para discutir o Código Municipal de Meio Ambiente durante Audiência Pública realizada em atendimento à solicitação da Comissão Especial da Casa, composta pelos vereadores Antônio Carlos Passos Ataíde (DEM), Cadmiel Pereira (PSC), Eremita Mota (PSDB), Gerusa Sampaio (DEM) e Edvaldo Lima (PP). O relator da Comissão Especial, vereador Cadmiel Pereira (PSC), ao agradecer à Casa pela realização da Audiência Pública destacou a importância de discutir o Código Municipal de Meio Ambiente, bem como as demais leis que visam a garantia do desenvolvimento do município. “Esta Comissão é formada conforme determinação do Regimento Interno da Casa para discutir as Leis do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU); Lei de Uso e Ocupação do Solo (LOUOS); Código Municipal  de Obras e Código Municipal do Meio Ambiente. Essas Leis versam sobre o desenvolvimento de Feira de Santana. Sugerimos a criação de um canal para possibilitar a participação da sociedade com a apresentação de emendas que possa incrementar os projetos apresentados pelo Executivo para apreciação do Legislativo”, explicou. O secretário municipal de Planejamento, Carlos Brito, que compareceu à sessão representando o prefeito municipal Colbert Martins Filho, parabenizou a Casa pela realização da Audiência Pública. “Hoje temos um marco na história política de Feira de Santana. A construção do Plano de Desenvolvimento Urbano vem passando udade.m processo complexo de construção, mas a participação popular é salutar. Com certeza, essa Casa marcará esse momento histórico com a votação dessas Leis. Ao usar a tribuna, o vereador Roberto Tourinho (PV) lamentou algumas dificuldades enfrentadas pelo município no quesito meio ambiente e revelou expectativas positivas com a aprovação do Código Municipal de Meio Ambiente, sugerindo a mudança estrutural da pastora gestora após execução das diretrizes. “Feira de Santana enfrenta dificuldades, o município não possui liberdade em algumas áreas. A legislação ainda não está adequada. O Código do Meio Ambiente e a Lei de Uso e Ocupação do Solo têm que andar juntas. Acredito que de hoje em diante haverá mudanças”, destacou. O diretor de Formação e Capacitação da Associação Brasileira dos Técnicos de Segurança do Trabalho, Sergio Aras, chamou a atenção da sociedade para a necessidade de resgate das condições ambientais, perdidas ao longo do tempo. “Nós precisamos rever nossas condições ambientais de 181 anos atrás e trazer de volta os tropeiros para o século 21, oferecendo a eles, novamente, sombra e água fresca. Em agosto teremos em Feira de Santana 15 países representados no 3º Congresso de Desastre de Massa, um evento de grande importância para discutirmos questões ambientais”, afirmou. O vereador Edvaldo Lima (PP) revelou sua preocupação com o tráfego de transporte de cargas perigosas no município de Feira de Santana. “Nesta Casa me preocupei com o Meio Ambiente, apresentando Projeto de Lei para disciplinar o descarte de lixo eletrônico em nossa cidade. Mas, com relação ao transporte de cargas perigosas, que oferece muitos riscos à população, o que tem sido feito? É papel da sociedade civil organizada e das autoridades públicas defender o meio ambiente”, refletiu. O representante da Fundação Politécnica, Claudio Mascarenha, ao parabenizar a Casa pela promoção da Audiência para discussão das diretrizes que compõem o Código Municipal de Meio Ambiente e apresentou dados constantes no relatório elaborado pela instituição com ações realizadas, resultados obtidos, sugestões recebidas, dentre outros. Mascarenhas destacou o papel e atuação do Projeto Integra Feira na atualização das leis do PDDU. “O município precisa estar integrado com os demais e ampliar o diálogo com o Estado, É importante discutir com a comunidade e as instituições responsáveis a formulação do Código Municipal de Meio Ambiente”, reforçou.
 
 

Enviado por Da Redação - 20.6.2018 | 20h17m
#Câmara de Feira
Vereador pede que prefeitura cumpra acordo feito com professores

Em pronunciamento, na sessão ordinária desta quarta-feira (20), na Câmara Municipal, o vereador Roberto Tourinho (PV) cumprimentou os professores da rede municipal de ensino presentes nas galerias da Câmara e lembrou que o acordo feito entre a categoria e o Município deve ser cumprido.  O edil relatou que solicitou da professora Marlede, diretora da APLB, as reivindicações feitas na tribuna da Casa. “Sou de um partido que compõe a base de apoio ao prefeito, mas tenho o discernimento de diferenciar aliado de alienado, tenho opinião própria. Ela me entregou um ofício da secretária Municipal de Educação, que assinou juntamente com a APLB um acordo no dia 05 de abril de 2017, que dava fim a uma greve que acontecia no momento”, relatou. E continuou. “E, os professores estão aqui para dizer que boa parte do acordo firmado não foi cumprida. Quando isso acontece se busca o seu cumprimento. No ofício assinado ficou determinado que com o encerramento da greve o Governo garantiria alguns pedidos da categoria, a exemplo do reajuste salarial, carga horária, gratificação e mais. Na oportunidade, o Governo apresentou uma proposta que foi aceita pelos professores, porém não cumprida’, afirmou. Tourinho lembrou mais que, o não cumprimento do acordo deve gerar cobrança, independentemente de quem esteja à frente do Executivo. “Se no Governo passado era outro prefeito não interessa, pois o acordo foi feito pelo Município e precisa ser cumprido. Estou defendendo o que deve ser defendido: acordo é para ser cumprido, se não aconteceu que haja diálogo e busque dizer os motivos pelos quais não foi cumprido. O que não se pode é empurrar com a barriga e dá uma de João se braço”, pontuou. O edil afirmou que o prefeito Colbert Martins tem a história política pautada em manifestações e espera que ele tenha outra visão acerca deste tema. “Espero que ele converse. Os professores podem contar com meu apoio, pois é um acordo que deve ser cumprido”, findou.  
 
 
 

Enviado por Da Redação - 20.6.2018 | 20h00m
#Feira de Santana
Por divergência de cachê, Prefeitura cancela show de Lucy Alves e contrata Arreio de Ouro

A banda Arreio de  Ouro (foto) acaba de ser contratada para tocar no São João de São José, grande festa junina da região, promovida no distrito Maria Quitéria pela Prefeitura de Feira de Santana. Esta atração substituirá a sanfoneira Lucy Alves, na programação do dia 23. O show dela foi cancelado pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer (Secel)  porque o cachê cobrado estava cerca de R$ 50 mil a mais em relação a suas  apresentações em outras cidades próximas. A Secretaria tentou renegociar o valor, mas houve resistência da produção da cantora. O show de Lucy Alves em Feira foi anunciado há cerca de um mês,  quando o prefeito Colbert Martins Filho divulgou a programação do São João, no valor de R$ 110 mil. Acontece que na última sexta-feira a Secel descobriu que a forrozeira se apresentará em Itaberaba, a cerca de 200 km, por R$ 75 mil, e em Santa Terezinha, a 100 km, por R$ 60 mil. “Não há justificativa para que uma mesma atração se apresente num mesmo evento, em três cidades próximas, com cachês tão diferentes. Lamentamos muito o cancelamento, pois Lucy Alves é uma grande atração, mas em primeiro lugar está o cuidado com o dinheiro público”, afirma o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Felloni Borges.  A secretaria encontrou muitas dificuldades para afazer a substituição às vésperas dos festejos juninos, mas conseguiu a contratação de Arreio de Ouro, outra grande atração, de muito sucesso em Feira em todo o Nordeste, por R$ 75 mil.
 
 
 
 


 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
2018
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2017
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2016
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2015
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2014
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2013
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2012
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2011
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2010
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2009
Dez | Nov | Out | Set | Ago |
Jul | Jun | Mai | Abr | Mar |
Fev | Jan |
 
2008
Dez | Nov |
 
 
 
A Tarde
Abordagem Policial
Acorda Cidade
Agora na Bahia
Agravo
Bahia Já
Bahia Notícias
Bahia.ba
Barbarella Moderna
Bebi Esse
Bicho do Tomba
Blog Daniele Barreto
Blog de Mário Kertész
Blog do Gusmão
Blog do Jair Onofre
Blog do Kuelho
Bocão News
Bom dia Feira
Calila Notícias
Carlos Geilson
Central de Polícia
Cláudio Humberto
Congresso em Foco
Correio da Bahia
Correio Feirense
Edson Borges
Eduardo Leite
Em Busca do Sim
Feirenses
Fernando Torres
Folha do Estado
Generación Y
Improbabilidade Infinita
Jeitosa
Josias de Souza
Klube do Rafa
Luiz Felipe Pondé
Observatório da Blogosfera
Opinião e Política
Pimenta na Muqueca
Polícia é Viola
Política Livre
Por Escrito
Por Simas
Reginaldo Tracajá
Reinaldo Azevedo
Ricardo Noblat
Sala de Notícia
Segurança em Foco
Sid Caricaturas
Tabuleiro da Maria
Tribuna da Bahia
Tribuna Feirense
TV Geral
Valter Vieira
Viva Feira
Vladimir Aras
   
 
 
 
Perfil   Arquivo   Contato   Anuncie   Webmail
Assine o RSS
This year, Patek Philippe launched its swiss replica watches new AQUANAUT series chronograph watch, which rolex replica watches uses a very eye-catching orange color. It is used on replica watches sale hands, scales and straps. It also makes the "grenade" belonging to uk rolex replica sports watches more youthful.
  Copyright © 2018 Blog do Velame. All rights reserved. by Tacitus Tecnologia  
Página Inicial